quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Do Começo ao Fim

Achamos natural, certo, que homens não se gostem e se agridam...

... mas ficamos cismados, com medo e até raiva quando vemos dois homens se amando.



Ricardo Líper

Sim, eles são irmãos. Sim, eles são homens. Sim, eles se amam. O filme mostra eles se acariciando e dizendo que se amam. O que é importante e faz dessa pequena sinfonia cinematográfica um prazer e uma obra de arte é que a habilidade dos realizadores mostra que o amor supera fronteiras. E, com frequência, a própria anatomia dos amantes. À medida que o filme avança, mostrando, com cenas muito cuidadosas sem serem covardes, a realidade do amor também físico dos dois, o que sobressai é o sentimento. A paixão. E o amor de um ser humano por outro é tão belo e raro que deixa a plateia muda diante de possíveis irreverências. A maioria não percebeu ainda que, embora mesmo sem ser judeus ou católicos, todos seguem a moral sexual católica que foi imposta na nossa cultura. Por isso aceitamos, mais habitualmente, que homens se esmurrem e se matem, e ficamos confortáveis com isso, do que se acariciem. E que todos nós tenhamos limites, colocados pelo Torá dos judeus e depois pelo "santo" Tomás de Aquino em relação a quem devemos amar. Dai os casamentos catastróficos, as sublimações de paixões proibidas transformadas em nervosas amizades. Sofrimentos, medo, muito medo e nada mais. Não deixem de ver esse lindo filme de amor. Sim, apenas um suave filme de amor.

5 comentários:

  1. Eduardo "Manga Rosa"9 de dezembro de 2009 09:36

    Fantástico comentário! Deu vontade de correr para assistir.

    ResponderExcluir
  2. Este filme é fantástico, pois bole numa coisa que ninguém quer falar: o amor incestuoso. Assista e reasistta me reasssista.........................

    ResponderExcluir
  3. Numa boa professor, o filme é fraco. Não fosse a temática inusitada, de um amor homossexual e incestuoso, não passaria de mais um filme de amor água com açúcar como tantos outros. Está muito longe de ser um grande filme.

    ResponderExcluir
  4. Parece q o anonimo naum entendeu a parada. Liper disse q é bom porq ninguem fez um filme desses ainda. ou vc, anonimo, ja viu algum filme em que dois irmaos estao apaixonados? eu naum vi. gostei. naum tem nda a ver comigo (por enqunato, quem sabe hehehhehehehehe). mas o filme e bom.

    ResponderExcluir
  5. Vide as cenas de barbárie de nosso futebol no final do Brasileirão.
    Tempos negros se avizinham: a cultura reacionária contaminou, emburreceu e lobotomizou grande parte dos homens brasileiros.
    Caminho sem volta, não há salvação!

    ResponderExcluir

Se vai acusar alguém nominalmente, identifique-se e anexe as provas. Não vamos pagar indenização na Justiça por acusações que não fizemos.